Nos clássicos e nas entranhas

14 02 2011

Os Sofrimentos do Jovem Werther (Goethe) é um clássico do Romantismo alemão  que, poderia ser saboreado indiscriminadamente por pessoas de todas as épocas e lugares.

A obra é considerada um dos primeiros Best Sellers da história, contrariando o autor, que manifestou  sua aversão ante a conversão de sua semi-autobiografia  à um expoente da chamada Indústria Cultural.

Werther (ou Goethe?) é retratado como um jovem  atormentado por uma paixão crônica e condenado a uma vida de devaneios, incertezas e dissabores. Nesse contexto, em que a ingênua vivência das poéticas delícias juvenis vai se transformando em uma percepção aguda e reflexiva dos infortúnios humanos, a loucura e a auto-destruição começam a adquirir contornos cada vez mais nítidos.

Ao que parece, muitos suicídios foram registrados no período em que essa impactante obra foi publicada. Corações dilacerados e mentes desatinadas teriam sido impulsionados a cometer o ato fatal.

Não seria porém, esse assombroso – e fabuloso! – mistério, um forte ponto de atração?

O que posso (pré) sentir é a curiosidade mórbida do homem pós-moderno, remexendo nos clássicos e nas entranhas , procurando e cobiçando um eu que é o outro , sem ter (absurda e absolutamente) nada a perder.

Por Florence Manoel

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Ações

Information

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: